A Mocho Edições nasceu como resultado da união das trajetórias e dos projetos em comum da Deborah Leanza e do Tiago Jonas. Com o encerramento da parceria entre os editores, passou a ser dirigida por Deborah Leanza

Deborah é historiadora, pesquisadora e editora. Das travessias entre Salvador, Beagá, Rio de Janeiro e Campinas, surgiu a bio-brincadeira de que foi amamentada com dendê, alfabetizada com pão de queijo e, já letrada, ao chegar do Rio no interior de São Paulo, tachada como a "estranha 'carioca' que lê dicionário, gosta de tabuada e de brincar com as conjugações dos verbos". Ela nem sabia que poderia ser editora um dia. Foi quase jornalista, depois quase advogada, até que a faculdade de História a fisgou e abriu muitas veredas.
De lá pra cá, tornou-se mestre em História, professora, pesquisadora acadêmica e em projetos de arqueologia histórica, coautora de um livro de histórias e receitas culinárias, copartícipe nos rumos e nas tramas do filho adolescente, escritora de textos tão variados quanto secretos e, nos últimos anos, editora e coordenadora de produções paradidáticas e didáticas do Ensino Básico. Acredita que o decreto da morte do livro é uma mentira de perna curta e que as ideias grafadas nos suportes físico e digital sempre sobreviverão em reinvenções sem fim.

Tiago, por birra, tentou trilhar caminho diverso de sua família de intelectuais soteropolitanos. Começou a vida acadêmica cursando engenharia química na UFBA, mas estranhas cartas enviadas pelo irmão enquanto cursava filosofia em Montreal o deixaram intrigado e fascinado. A convite desse irmão, teve um encontro com um professor de filosofia – um fanfarrão com nítidos problemas de caráter, mas de retórica arrebatadora – que embaralhou os caminhos planejados. Aos 21 anos, abandonou a engenharia e mudou para o curso de química, começou a chafurdar na literatura e na filosofia e a fotografar loucamente (quando a grana permitia), se interessando principalmente pelo erotismo. A fotografia nunca mais abandonou.
Desnorteado com as leituras e as imagens e golpeado pela falta de grana e de perspectiva, mudou de Salvador para o Rio de Janeiro, onde se graduou em química na UFRJ, e, em seguida, do Rio para São Paulo, onde se tornou doutor em Bioquímica e constatou seu fracasso como cientista-pesquisador. Seu amigo, Luis Fernando Furtado, soprou-lhe um caminho: “Há a edição de livros didáticos”. Desde então, foi tragado por esse universo como se a ele sempre pertencesse. Após um ano de coadministração da Mocho, Tiago foi trilhar outros caminhos editoriais. 

Essa concretização tem muito de amigos que nos incentivam e nos inspiram e tantos outros parceiros que fazem parte da nossa rede editorial. A Mocho já nasceu com vários projetos em andamento, sinal da confiança que muitos autores e amigos depositam em nossa proposta. Agradecemos imensamente.
Integramos o grupo Coesão Independente, uma incrível rede de trocas, apoio mútuo e valorização das editoras independentes do país.

 

Formulário de Inscrição

 Rua Caraíbas, 1206, ap. 34 

Perdizes, São Paulo - SP 

CNPJ: 37.856.400/0001-03

  • Facebook
  • Instagram